segunda-feira, 7 de maio de 2012

Em fim inacreditavel Rangers vira o jogo 5 e vence

Richards livrando-se da marcação para empatar o jogo
O jogo 5 entre Rangers e Capitals valendo uma vaga na final da conferência Leste começou com um Rangers agressivo, bloqueando todos os chutes do adversário e atacando o gol de Holtby com ferocidade. Assim era questão de tempo que o time abrisse o placar e isso aconteceu quando Stralman acertou um chute do lado direito. O Rangers continuou a dominar o jogo, mas foi relaxando e permitiu que o Capitals chegasse com perigo no fim do primeiro periodo.
Na volta para o segundo periodo o Rangers continuou a chutar tentando o segundo gol, mas quem não faz leva e o Capitals empatou o jogo com Laich. O jogo começou a mudar de rumos, o Rangers que vinha mais dominante começou a ser pressionado pelo forecheck do Capitals, que desde o inicio estava falhando. Assim Lundqvist teve que fazer boas defesas, enquanto o ataque chutava desesperadamente ao gol ou falhava nas tentativas de cruzar o puck.
Assim o Capitals virou o jogo com Carlson no PP e o Rangers se perdeu. O Ataque desorganizou de vez e mesmo tendo o puck mais tempo o time não conseguia produzir. Nos ultimos minutos do terceiro periodo a reação começou, Richards vencendo faceoffs conseguia manter o time no ataque e assim o  gol de empate ia nascendo. Lundqvist saiu do gol e com seis jogadores a pressão cresceu, até que Joel Ward não suportou e acertou Hagelin com o Stick. Para o azar de Ward Hagelin se machucou no lance e assim o jogador do time de Washington foi punido com um double minor há menos de um minto do fim do jogo.
O Rangers tinha dois jogadores de linha a mais e fez valer a vantagem quando Richards marcou o gol de empate num rebote em frente ao gol faltando apenas seis segundos para o fim e levou o jogo ao Overtime. Dessa vez foi necessário apenas um minuto e trinta e cinco segundos, o Rangers ainda no Power Play foi ao ataque para matar o jogo e na troca de passes Staal mandou um foguete de longe que virou o jogo em 3X2 e dando a vantagem no mesmo placar na série.

O jogo foi interessante, Tortorella colocou o Rupp por apenas 5 minutos e 46 segundos, mas o gigante fez valer de sua força e ajudou o time afastando o forecheck do Capitals. Dessa vez Callahan e Anisimov fizeram linha com Boyle, o que não agradou. Gosto do Boyle, mas o Kreider, Mitchel ou Stepan deveria ser o terceiro elemento dessa linha, assim aumentando o poder ofensivo do time. Lundqvist sempre segurando o time nas horas necessárias, como diz o ditado "um bom time começa por um bom goleiro" e o Rangers leva isso na prática.
McDounagh parece estar sentindo a pressão as vezes, ele arrisca algumas jogadas perigosas e desnecessárias que podem comprometer o jogo, ele precisa se concentrar mais. Staal jogando como o Staal de verdade, a cena mais simbólica foi quando ele defendeu sozinho Lundqvist e o gol contra a primeira linha do Capitals ainda roubando o puck de Ovechkin. Aliás o Rangers tem conseguido prender bastante o russo, mas as vezes peca deixando outros jogadores mais livres para jogar.
E finalmente, para mim o melhor jogador do time hoje, Richards. Liderou o time nos momentos dificeis, levantou a moral e liderou o ataque no fim do terceiro periodo vencendo os faceoffs, mostrou tranquilidade para empatar o jogo.

Na quarta a série volta para Washington e o Rangers pode muito bem liquidar a fatura, basta concentrar-se no jogo e persistir.
LET'S GO RANGERS!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

 

New York Rangers Brasil.New York Rangers Brasil New York Rangers Brasil theme